terça-feira, 28 de setembro de 2010

Logo - Aulão Quebra Cuca - Ano 2

Este é um dos logotipos que eu mais gostei de fazer e que me abriu as possibilidades em um logotipo.
Este ano ele está bem mais bonito e dinâmico. Porque na verdade, quando faço qualquer logotipo eu imagino ele se movimentando e todos os objetos deste logotipo estão em movimento, fica com a minha e a sua imaginação fazer eles se moverem ;D . Espero que achem legal! Abraços ^^



quarta-feira, 22 de setembro de 2010

sábado, 18 de setembro de 2010

Neymonstro kkkkkk, calma Neymar!!!!

Espero que ele não me xingue por causa disso! :(



Detalhe.


quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Deputado Clóvis - novo personagem!

Pensei nesse cara ja faz alguns meses, mas botei ele em prática hoje. ^^
Trata-se de um deputado federal nada conviniente, ele é super sarcastico, metido a bacana e não se deixa enganar facilmente pelos seus baba-ovos (companheiros deputados) e até por sua mulher extremamente consumista. Mas no fundo ele é um cara legal! Se vocês derem uma chance, ele vai lhes garantir algumas graças. Abraço e espero que gostem! falow!!! ^^


quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A Revolução Artística Digital

Pessoal, algo histórico vou tratar com vocês aqui neste espaço, algo nunca antes visto nos últimos dois séculos, trata-se da Revolução Artística Digital. Hã? (você pode dizer). Mas é um fato que venho percebendo, e admirando de 2 anos pra cá. Em fim, como isto está acontecendo? Do que se trata e quem são os causadores dessa tal "Revolução"? É isso que vou falar.
Vamos começar com esta obra:

A Dama do Arminho, feito por Da Vinci, encomendado por Ludovico Sforza no ano de 1485.

Agora veja essa outra pintura:

Sem título, feito por Jlorka, artista espanhol, em janeiro de 2009

Perceba os minuciosos detalhes das duas obras e a realidade posta à elas.
Sabe qual a diferença entre essas duas pinturas? Basicamente o autor, a data e a pessoa retratada. Mas isso não é tudo, estamos falando - como você ja percebeu - de dois autores talentosíssimos, as duas diferenças básicas e que me fizeram publicar este post, é o diferente meio em que foram feitas e o reconhecimento público que separam popularmente a ideia de arte entre elas pela maioria (ignorante) das pessoas. E é essa desvalorização ou automatização em arte, que faz com que você conheça Leonardo Da Vinci e não conheça Jlorka.

Porque automatização em arte? Essa arte feita por Jlorka é uma arte digital, ou seja, feita a mão, mas feita diretamente na tela do computador ou usando uma mesinha digitalizadora (conhecida como Pen Tablet) usando um programa de computador (Photoshop, Corel Painter ou outro), que disponibiliza o tipo de ponta de pincel, as cores e o tamanho da imagem que se deseja pintar, veja este video clicando no link abaixo e você entenderá melhor esse processo:

(Se você já conhece o processo de pintura digital pode continuar lendo)

O verdadeiro pintor digital faz suas obras no Photoshop, Corel Painter ou qualquer outro programa para pintura e ilustração. Lanço a seguinte pergunta: Qual a diferença entre Leonardo Da Vinci e talentosos pintores digitais como Jlorka? A resposta é, NENHUMA! Pois todos tem a arte dentro de si, e conseguem passar com perfeição o que idealizaram para a tela do computador, sabem o que estão fazendo e amam o que fazem.
Postei neste blog, no mês passado, uma lista de grandes desenhistas (post intitulado como: Os melhores desenhistas do mundo!) entre eles coloquei alguns pintores digitais, cito vários brasileiros entre eles, Hoisel, este eu acho demais não sei como ele trabalha, se usa Photoshop pra disfarçar os erros ou não, só sei que seu trabalho é impecável, porém, o que me admira é o fato de terem tantos artistas com talento igual ou semelhante ai fora, e a internet é a Praça desses caras, é nela que eles publicam suas artes e só por ela são reconhecidos, pois muitos são os admiradores, inclusive o que vos escreve (aliás minha lista de sites favoritos é imensa hehehehe).

Não gosto muito dos que disfarçam seus erros no Photoshop, nisto concordo que esses não se igualam a Da Vinci, que fazia suas pinturas em telas de tecido, suando a camisa e melando a mão de tinta, mas admiro aqueles que pintam direto, como se estivessem segurando um pincel de madeira ao invés de uma caneta sem fio, estes eu tiro o chapéu, cito um, Benjamin (confira seus trabalhos neste link: http://www.comicvine.com/benjamin-zhang-bin/26-57301/all-images/108-294277/benjamin_86/105-925496/) descobri esse cara semana passada, muito bom seu trabalho.

Finalizo minhas palavras aqui, pois, só porque usamos o computador para criar nossas artes, não significa que nosso trabalho é facilitado pela tecnologia, ao contrário, estudamos, praticamos e usamos este meio que nos é posto no século XXI, para fazer o que Leonardo Da Vinci teria feito, se existisse computadores em sua época! Avante à Revolução Artística Digital!!!

Não me concidero digno de entrar na lista dos melhores ilustradores nem de Alagoas / Brasil, pois tenho um tantão de coisas à aprender, mas escrevi isto em defesa dos meus parceiros de Pen e Tablet na mão.
Abraço!